domingo, 31 de maio de 2009

MODELOS DE ROUPAS INFANTIS

Irmãos, vai aí modelos de roupas infantis.
As fotos são um pouco antigas, mas tá valendo...
São meninas do Ministério Heavenly Kids... Esse é o vestido azul...



Esse o rosa...

Foram feitos de tule, com pingos de cristal e no corpo foi cetim.
Fizemos para nós também um vestido parecido para dançarmos junto com as pequenas a música: AOS OLHOS DO PAI.
É um vestido estilo PRINCESA, mas que pode ser suado em diversas ministrações com músicas na modalidade ballet.

Esperamos que tenham gostado!
Que Deus abençoe a todos!





quinta-feira, 21 de maio de 2009

FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS


FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS


14 A 16 DE AGOSTO DE 2009


1ª IGREJA BATISTA EM CAIOABA

NOVA IGUAÇU - RJ


OFICINAS:


STRRET DANCE;

CONTEMPORÂNEO;

JAZZ;

GRAFFIT;

PANTOMIMA;

ARTE CIRCENSE.

ALÉM DE PALESTRAS E PREGAÇÃO DA PLAVRA DE DEUS.


VOCÊ E SEU MINISTÉRIO NUNCA MAIS SERÃO OS MESMOS.



PARTICIPAÇÃO: CIA DE ARTES TRIBUS - SP


INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:


grupoheavenly@hotmail.com

sexta-feira, 15 de maio de 2009

CIA. DE ARTES TRIBUS

video

FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS

PARTICPAÇÃO: CIA. DE ARTES TRIBUS

14 A 16 DE AGOSTO DE 2009

NOVA IGUAÇU -RJ

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:

grupoheavenly@hotmail.com

segunda-feira, 11 de maio de 2009

CIA. DE ARTES TRIBUS


CONTINUAÇÃO DA HISTÓRIA...


Após estarmos em alguns eventos que marcaram nossa década e sempre envolvida com projetos inovadores e desafiadores, a Cia de artes Tribus sentindo a necessidade de expandir seu trabalho a um alcance maior gravou seu primeiro DVD. Com objetivo de compilar neste trabalho as principais coreografias da Cia. deixando assim registrado um trabalho de 5(cinco) anos e no intuito de incentivar outras equipes e companhias a buscarem a excelência para tornarem-se também grupos de referencia para essa juventude que encontramos hoje.Por fim coroar essa história de talento, superação e muito trabalho. Em uma ação que teve como conseqüência uma preparação em um nível profissional e conceituado, colocando assim a Cia. de Artes Tribus dentro de um hall especial aonde os sonhos através da fé e trabalho transformam-se em realidade.

CIA. TRIBUS NO RIO DE JANEIRO:

FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS

14 A 16 DE AGOSTO DE 2009.

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:

VOTEM NA NOSSA ENQUETE!!!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

CIA. DE ARTES TRIBUS


Essa é uma parte da história de vitória da CIA. DE ARTES TRIBUS.

Eles estarão no FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS - 14 a 16 de agosto de 2009.

A Cia. de Artes Tribus, com sede em Praia Grande SP, tem através da dança, teatro e outras expressões artísticas, desenvolvido um trabalho de excelência em diversas áreas e como Utilidade Pública, tem alcançado resultados expressivos na área sociocultural.Desde 2004 tem percorrido o Brasil e outros países, em turnês que atingem todos os públicos, apresentando-se em presídios, escolas, praças e outros locais públicos, grandes eventos e competições de expressão mundial preenchem nossa trajetória, contando também com participações em festivais e na mídia televisiva.


Sabendo do alcance e da eficácia da cultura, a Cia. Tribus faz das artes, uma arma poderosa na transformação da realidade em que atuam.No ano de 2008 a Cia. Tribus durante 20 dias esteve nos Jogos Olímpicos de Pequim com passagem por três grandes cidades, Bejing, a capital, Tianjin um centro universitário e industrial e Dalian, situada na costa chinesa, cujas praias atraem turistas de diversas partes do mundo. Apresentações em locais de grande fluxo de pessoas fizeram a nossa agenda no oriente. Shopping Centers, hotéis, resorts entre outros com um público que variava devido ao local, empresários, turistas ocidentais atraídos pelos Jogos Olímpicos sem contar chineses de várias partes do país.



Não percam a oportunidade de viver dias de muita unção de Deus e aprender mais através da Cia. de Artes Tribus, no FESTIVAL DE ARTES - HEAVENLY 10 ANOS - 14 a 16 de agosto de 2009.

LOCAL: 1ª Igreja Batista em Caioaba - Nova Iguaçu - RJ

OBS: No próximo post daremos continuidade à história da CIA. TRIBUS. Não percam!!!
QUE DEUS ABENÇOE A TODOS!!!

domingo, 3 de maio de 2009

TÉCNICA E UNÇÃO


TÉCNICA E UNÇÃO


O que é o mais importante, técnica ou unção?


A Técnica e a Unção caminham juntas no altar.

Precisamos buscar o equilíbrio entre a técnica e a unção.

Podemos dizer que a técnica + Unção = Ela se transforma em poder e devido a isso que a cura e libertação acontece entre o povo.

Técnica?

Qualidade de técnica na dança é importante:

Todos nós que somos chamados pelo Senhor a algum ministério, devemos ter em mente 3 coisas importantes:

1. Deus nos chamou e devemos dedicar tempo ao Ministério a que fomos chamados: nesse tempo, além de orarmos para pedirmos que Deus nos dirija através do Espírito Santo, devemos também dedicar tempo para o estudo técnico da dança. Nesse período devemos ter acima de tudo disciplina que é a essência do aprendizado para depois termos decisão naquilo que faremos durante a coreografia.

2. Devemos nos dedicar cada vez mais através de treinamento para podermos levar ao Senhor o melhor. Os ensaios são muito importantes: devemos ensaiar exaustivamente até termos a coreografia exatamente como ela é...

3. Deus exige que tenhamos habilidade, ou seja, toquemos bem o instrumento: em Sm 16.17-18 vimos que o Rei Saul pede que tragam diante dele um "homem que toque bem" para afastar um espírito maligno que o possuía. Esse "homem" era Davi. Os talentos são dados por Deus quando nascemos, não para que o enterremos, mas para que o façamos crescer em nós para depois dá-los ao Senhor com juros. E o Senhor se agradará de nós. Mas, será que a nossa dedicação ao Ministério também não conta!? Será que o nosso esforço de melhorar cada vez mais através do estudo técnico para um melhor conhecimento e domínio daquilo que temos em nossas mãos não conta para darmos o melhor de nós a Deus!?

Vemos no livro de Crônicas que os levitas representavam os músicos (I Crônicas 15.22; 16.4-5) e que eram escolhidos por Deus pela sua habilidade (I Crônicas 15.16-19) e consagrados, isto é, viviam exclusivamente para levar o povo de Deus em adoração."E era o número deles, juntamente com seus irmãos instruídos no canto ao SENHOR, todos eles mestres, duzentos e oitenta e oito."1Crônicas 25:7

Deus usará você com aquilo que você tem. Se você não procurar aumentar o que você tem, de nada adiantará. Você será substituído por outro que esteja melhor preparado. Mas, o Senhor é fiel àquele que se dedica à sua obra.

Técnica está ligada à excelência, fazer com técnica quer dizer fazer com excelência, com afinidade. Se nós, como povo apostólico, temos o propósito de resgatar e restaurar a arte, trazendo de volta os seus verdadeiros valores e propósitos ao qual foi criada, temos que ter o mínimo de conhecimento de causa, ou seja, temos que mostrar intimidade, aptidão e excelência em tudo o que fizermos, pois ninguém restaura coisa alguma se não conhecer minuciosamente o que está sendo restaurado.

A técnica é expressão de excelência com a obra de Deus, assim como a arca foi reconhecida pelo seu grande feito, como povo escolhido de Deus é que temos que ser copiados e não ao contrário. Podemos ver o texto de Davi em I Samuel 16;14-17: Havia um espírito maligno que atuava na vida de Saul onde os servos de Saul pedi-lhe para que pedisse para chamar uma pessoa que tocasse bem pois o espírito maligno iria sair no tocar da harpa. Ao ouvir isso, Saul pediu para seus servos que fossem buscar um homem que tocasse bem v.17

Podemos ver que Davi foi o escolhido, primeiramente porque ele foi reconhecido pela sua técnica de tocar e para isso que foi chamando. Então Podemos verificar que Davi tinha a essência da técnica , ele foi reconhecido primeiramente pela técnica, isso significa se ele não fosse bom o suficiente para que fosse reconhecido ele tinha perdido essa oportunidade de ser escolhido. Nós fomos criados seres de raciocínio. Colocando em foco a nossa criatividade, a Bíblia nos mostra que antes de Adão cometer o primeiro pecado que causou o afastamento de Deus, ele já tinha recebido da parte Dele esta característica, pois a ele foi dada a incumbência de dar nomes a todos os animais do campo e aves do céu (Gênesis 2:19-20). Convenhamos que precisa ser muito habilidoso para isso!

O homem foi habilidoso para dar nomes como é habilidoso para fazer todas as coisas. Façamos, então, parte do povo que adora ao Senhor Jesus com excelência!

Segundo o dicionário, técnica é o lado material de uma arte ou ciência. É a prática, a norma, a especialização.

Em suma, técnica é o estudo de determinada matéria. Um exemplo prático na dança: eles estudam os passos em um determinado período para poder exercer suas funções dentro do Ministério. Quanto mais conhecimento obtiverem, melhor será o nível do Grupo de dança podendo explorar a arte cada vez mais sem ficar limitado.

Outro exemplo bem objetivo é que a nossa técnica é para o Senhor e se tivermos uma técnica temos facilidade para improvisações se por algum engano comece uma música diferente que estávamos esperando devido a técnica conseguiremos contornar a situação sem que haja constrangimento ou em uma coreografia que precisa de um alongamento mais intenso seu corpo esteja limitado e isso seria impossível de executar os movimentos com liberdade.

Técnica serve para aprimorarmos os conhecimentos de determinado assunto, e através dela que desenvolvemos a prática. Para ter acesso a técnica e através de escolas especializadas, em qualquer área que você queira atuar, terá uma pessoa ou um grupo especializado para poder ensiná-lo. Esses mestres também já passaram por isso e continuam sempre se aprimorando para poder dar o melhor nas suas profissões, sejam elas dentro ou fora do Ministério.

A técnica contribui com a nossa vida, todo trabalho de ensino exige da pessoa dedicação. Essa dedicação só é exercida através da disciplina. A disciplina é acima de tudo o respeito que nós temos pelos nossos mestres.

Unção

O Espírito do Senhor Deus está sobre nós...” Isaías 61:1

Para que haja um diferencial entre a arte feita no mundo e a arte feita para Deus, para que a Graça de Deus toque a vida das pessoas e não somente seja um trabalho excelente, mas seja algo que mude, transforme e inunde a vida daqueles que contemplam o trabalho executado.

Unção realmente é necessária para que o Espírito Santo se manifeste em nós através do Louvor e Adoração a Deus. “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele".

A Unção é a testificação de algo que é planejado por Deus lá nos céus e é delegado a nós aqui na terra’’. Em outras palavras, a unção é a capacitação delegada por Deus para realizarmos tarefas e cumprimos com sua vontade.

A passagem bíblica acima mostra que o próprio Jesus foi ungido por Deus para realizar a obra que lhe estava proposta. O símbolo dessa unção e derramar o óleo, bem como o próprio significado da palavra “ungir”, que quer dizer derramar óleo. Porque o óleo é símbolo de uma pessoa – o Espírito Santo de Deus. Sendo assim, o derramar de óleo é o principio de uma habilitação ministerial, mas não o seu fim, pois, se o Espírito vem sobre nós na tipificação do óleo que é o derramar do momento da nossa unção, sendo nós pessoas com vontades, personalidade e anseios, Ele só permanece se lhe propiciarmos ambiente adequado em nossas vidas.

Essa é a habilitação que cabe a nós. O desejo pela unção surge rapidamente na vida daquele que ingressa na carreira ministerial e é fácil entendermos o porquê. Não se faz nada verdadeiro e frutífero no reino de Deus sem ela.

O valor da unção é a soma da nossa fidelidade ao Senhor, da sinceridade dos nossos propósitos na obra de Deus e da abnegação pessoal que fizemos em função dos valores do Reino de Deus. O preço da unção, antes de qualquer coisa, é a nossa entrega à vontade de Deus.

Vimos, no texto bíblico acima, que Deus ungiu a Jesus de Nazaré para realizar a Sua obra. Analisemos agora: qual era a condição de entrega de Jesus com relação aos propósitos do Pai?

A entrega era total!Isso fica bem claro no texto que veremos a seguir: “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo humilhou, tornando-se obediente ate a morte e morte de cruz. Pelo que Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que esta acima de todo nome, para que todo joelho, nos céus, na terra , e toda língua confesse que Jesus Cristo e o Senhor , para gloria de Deus Pai". Filipenses 2:5-11

É indispensável, isso é uma questão de prioridade, pois se a nossa arte é para Deus, e se ela fala de Deus, temos que manifestar sua presença em nós, conseqüentemente, em tudo o que fizermos, caso contrário, o nosso trabalho artístico fica em igualdade ao trabalho feito secularmente.

Podemos ver a dança de Míriam em Êxodo 15:20, onde ela foi tomada pelo espírito de Deus, para Jubilar a vitória contra os egípcios onde ela tinha uma unção na vida dela pois ela era uma profetiza do Senhor, ela tomou o tamborim e todas as mulheres saíram atrás dela com tamborins e com dança.

Ficou evidente que ela dançou no espírito e contagiou todo povo, sendo que ela não pediu pra ninguém ir atrás dela, mas a manifestação de Deus estava naquela dança e todas jubilaram na presença do Senhor, e nós como dançarinos apostólicos não só iremos levar ao povo a jubilar como também a se prostrar na presença do Senhor.

Isso acontecerá quando tivermos um espírito voltado a Ele, e a consciência que para levar o povo à adoração temos que ter a consciência e a profundidade de quanto isso significa no mundo espiritual tendo a unção, sendo assim o povo irá reconhecer que é mais que um grupo que tem técnica, mas um grupo cheio da presença do Senhor. C

Com a expressão do nosso corpo e expressão facial que refletimos o que estamos sendo um canal para o povo e ao menos pedirmos para participar assim como fez a profetiza Míriam. Temos que ser tomado no espírito para que haja a mesma manifestação que aconteceu com a profetiza Míriam.

É necessário fazer aula, ensaiar, crescer, desenvolver e aprimorar a cada dia o seu conhecimento artístico, mas deve se ter a consciência que tudo isso sem a presença de Deus, não faz a mínima diferença quando o objetivo e dançar para o Senhor na igreja. Se o nosso trabalho fala de Deus e é para Ele, a unção é a nossa marca registrada e Deus se faz presente, se agrada, é o "Seu" selo sobre o nosso trabalho, porque esta é a única diferença entre a nossa arte e a arte do mundo.

Percebemos que para termos uma coreografia dirigida por Deus, devemos ter unção. A unção é adquirida através de nosso relacionamento e intimidade com Deus.


“E vos possuis unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento”1 João 2.20”